A Câmara de Comunicação deve formalizar a criação de um portal para a promoção da Amazônia durante o 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, no dia 26 deste mês, em Rio Branco. O assunto chegou a ser debatido na edição anterior do evento, em Cuiabá, no mês de agosto.

A plataforma integrada vai servir para divulgar de forma permanente a realidade amazônica e políticas públicas ambientais desenvolvidas pelos estados membros. O bloco é formado por Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

A necessidade de uma câmara que discute a comunicação pública foi proposta ainda no 13º Fórum, ocorrido em janeiro deste ano, em Macapá. No encontro seguinte, houve o avanço no processo de criação e os primeiros encaminhamentos, segundo a secretária de Comunicação do Acre, Andréa Zílio.

O mecanismo vai apresentar peculiaridades e, principalmente, as temáticas comuns aos estados que integram a Amazônia Legal. Além disso, a câmara deve definir uma comissão eleitoral, trabalhar em um termo de cooperação, viabilizar conteúdo para auxiliar na organização dos próximos fóruns e ainda estabelecer a identidade do evento.

A secretária salienta que a organização do Dia da Amazônia, espaço de articulação em defesa do desenvolvimento sustentável da floresta amazônica brasileira na Conferência das partes (COP 23), em Bonn, na Alemanha, também vai ser uma das principais pautas. O encontro internacional está marcado para o período de 6 a 17 de novembro.

“A gestão pública dos nove estados enfrenta desafios semelhantes. Na área de comunicação, o fórum sempre aborda esses assuntos em comum e como podemos melhorar a atuação individual e conjunta. Afinal, o Fórum de Governadores tem essa proposta, de fazer essa troca de experiências e essa atuação em união, acreditando que um pode contribuir com o outro. Juntos, temos uma voz mais forte a ecoar”, complementa Andréa Zílio.