Editores e jornalistas de toda a imprensa de Rio Branco participaram de uma conversa com a secretária de Comunicação (Secom) Andréa Zílio, o porta-voz do governo, Leonildo Rosas e a chefe da Casa Civil, Márcia Regina, nesta quarta-feira, 18. Na pauta, foram apresentadas as programações do 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal e Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma Emergência Nacional, marcados para os dias 26 e 27 deste mês, em Rio Branco.

Jornalistas conheceram programação dos dois importantes eventos que vão ser realizados no Acre neste mês (Angela Peres/Secom)

“Esse é um momento importante, do ponto de vista jornalístico, porque o Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança é algo inédito na agenda política do país e será realizado no Acre. Além disso, é preciso compartilhar com os colegas jornalistas as especificidades de cada um dos dois eventos, que são essenciais para a agenda da Amazônia e do país”, disse Andréa Zílio.

O governador Tião Viana, principal articulador dos eventos no Acre, fez questão de prestigiar a conversa e falou aos jornalistas sobre a necessidade da discussão ampla principalmente sobre a segurança nas fronteiras em busca de cada vez mais medidas efetivas. O debate, segundo ele, deve ser encarado de maneira integrada e estrutural entre todos os poderes.

“Isso pode significar uma nova agenda de responsabilidades, uma nova maneira de enxergar o problema da droga, uma nova maneira de priorizar esse tema. O êxito disso pode significar o debate direto e aberto sobre o mais grave e ameaçador problema que nós temos no nosso país”, disse Tião Viana.

Opinião dos jornalistas

Para o jornalista Altino Machado, pensar a questão das fronteiras, a passagem de armas, drogas e os danos causados, é uma discussão vital para o atual momento.

Secretária-chefe da Casa Civil também apresentou os dados estatísticos nacionais sobre a violência e narcotráfico (Angela Peres/Secom)

“É importante que esteja acontecendo neste momento. O país vive uma crise geral de violência, de droga. Em qualquer cidade, a gente vai encontrar, mesmo nos lugares remotos, jovens com dependência química. Então, tem que haver realmente uma preocupação sobre isso”, complementou.

O gerente de jornalismo da Rede Amazônica no Acre, Carlos Bonatelli, acrescentou que é uma oportunidade também para cobrar autoridades nacionais sobre as temáticas. “É um evento que o Acre está chamando a responsabilidade de sediar, com temas muito importantes. É uma oportunidade de a imprensa ter à disposição os representantes máximos do Brasil e países vizinhos para cobranças efetivas”, disse.

16º Fórum de Governadores

No fórum, por meio de câmaras temáticas, os governos do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e  Maranhão vão discutir Meio Ambiente, Segurança Pública, Comunicação e Turismo. Questões sobre a participação do bloco amazônico na Conferência das Partes COP 23, em novembro na Alemanha, também compõem a pauta. Autoridades do Peru, Bolívia e embaixador da Alemanha foram convidados.

Encontro de Governadores do Brasil

O presidente da República, Michel Temer, já confirmou presença no encontro. Além dele, devem participar os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do Senado, Eunício Oliveira, do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e vários ministros de Estado.