O Governo do Acre se reuniu com órgãos de Segurança Pública nesta sexta-feira (13) para tratar sobre a logística inicial do 16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal e do Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma Emergência Nacional, que ocorrem nos dias 26 e 27 deste mês, respectivamente.

Participaram da reunião – além das polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros do Acre – a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército Brasileiro, equipe de coordenação da Casa Civil do estado acreano e representantes da Prefeitura de Rio Branco, cidade que sedia os eventos.

“Temos dois grandes eventos e essa integração é importante para o sucesso de ambos. A reunião do dia 27, com todos os poderes constituídos do Brasil, incluindo representantes das 27 unidades federativas, é inédita no país. A responsabilidade é imensa com a segurança dessas autoridades para garantir a tranquilidade na discussão que interessa toda a população”, disse Márcia Regina, chefe da Casa Civil.

A reunião estratégica tratou, dentre outras coisas, da estrutura dos eventos, credenciamento, recepção das autoridades no aeroporto, hospedagem, esquema de segurança e controle de trânsito na capital acreana. Segundo Márcia Regina, reuniões especializadas nos próximos dias vão definir os detalhes do trabalho.

“Foram apresentados os nomes das autoridades convidadas e as que já confirmaram presença. Agora, precisamos fazer planejamentos setoriais focados principalmente na área de segurança, e também no trabalho de subsidiar a imprensa local e nacional com informações a respeito desse planejamento”, acrescentou.

16º Fórum de Governadores da Amazônia Legal

O fórum ocorre no dia 26 de outubro, em Rio Branco. É a primeira vez que o Acre sedia o evento, recebendo representantes dos nove estados que compõem o bloco – Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins – e governadores do Peru, Bolívia e equipe do Ministério do Meio Ambiente da Colômbia.

Por meio de câmaras temáticas, serão discutidas as áreas de Meio Ambiente, Comunicação, Segurança Pública e Turismo. Além disso, deve ser acertado detalhes sobre o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável e definida a agenda que os estados da Amazônia Legal pretendem levar para a Conferência das Partes COP 23, em novembro.

Encontro de Governadores do Brasil

Já o Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma Emergência Nacional ocorre no dia 27 de outubro, também em Rio Branco. A urgência no debate se dá sobretudo pela fragilidade das fronteiras brasileiras. O presidente da República, Michel Temer, confirmou presença.